• Nilton Carlos Rodrigues

323 Casas Populares para Cascavel

Atualizado: 26 de jan. de 2021

Convênio firmado pelo Governo do Estado com a iniciativa privada prevê investimentos de R$ 41,3 milhões em recursos oriundos do programa Casa Verde e Amarela, do Governo Federal, por meio do Fundo de Garantia por tempo de Serviço (FGTS).





Cascavel, no Oeste do Estado, vai receber R$ 41,3 milhões em novos investimentos para a construção de 323 casas populares na cidade. O convênio que viabiliza o empreendimento foi assinado nesta quarta-feira (13), em evento no Palácio Iguaçu, pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, agentes da Caixa Econômica Federal e representantes da iniciativa privada. O prefeito do município, Leonaldo Paranhos, não pôde participar devido a problemas climáticos que impediram o embarque.


O projeto faz parte de uma iniciativa conjunta dos três níveis do Poder Executivo com a construtora PRM, com sede em Curitiba. Os investimentos serão financiados com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) por meio do programa estadual Casa Fácil Paraná e do programa Casa Verde e Amarela, do governo federal. A estimativa é que a obra comece em março, com prazo de conclusão de 24 meses.

“A Companhia de Habitação do Paraná vem realizando um belíssimo trabalho em todo o Estado. É mais um investimento grande que reforça a preocupação do Governo do Estado com uma política eficiente de habitação. A intenção sempre foi atender as famílias que mais precisam e sonham com a casa própria, em ter um lar digno”, afirmou Ratinho Junior.

O documento assinado oficializa a adesão da construtora ao Chamamento Público Cohapar. Por meio dele, a companhia oferece sua expertise para viabilização dos empreendimentos e obtenção de recursos federais dentro dos parâmetros exigidos pela União e pela Caixa Econômica Federal, que gere os recursos do FGTS aplicados em habitação popular em todo o País.

“O nome do programa é Casa Fácil porque o Governo quer facilitar o acesso das pessoas de bem a esse sonho que é ter a casa própria”, disse o governador.
0 visualização0 comentário